quinta-feira, 4 de agosto de 2016

A madrugada

São duas horas da manhã e o sono ainda não chegou. Isto fez com que eu decidisse resolver algumas coisas pendentes no computador, o que me levou até o blogger, o que me levou, é claro, até o Momentary Lapse of Reason.
A última vez que eu escrevi aqui foi há mais de quatro anos, mais precisamente no dia 10 de fevereiro de 2012 (o que um leitor atento poderia facilmente descobrir), data que abrigou o post de número 93. É engraçado pensar que na época em que a atividade do blog começou a decair (por motivos diversos e que pra ser sincero eu não lembro) eu provavelmente estava bastante empolgado para chegar à centésima postagem. No fim das contas parei no meio do caminho, com algumas retomadas esporádicas. Com este, faltam apenas seis posts para o tão esperado número. Só o tempo irá dizer se vou enrolar mais quatro anos ou se finalmente alcançarei meu objetivo. Devo dizer, é claro, que este não é o norte da minha vida (aliás, quem tem como missão de vida fazer um determinado número de postagens em um blog?). Tenho e sempre tive outras prioridades.
Provavelmente eu deveria fazer uma atualização sobre a minha vida nesses anos de ausência. No entanto, essa "redescoberta" me levou até o blog de uma amiga que aparentemente passou por uma situação parecida. Ela escreveu sobre algumas mudanças que julgou importante na sua vida, ideias e personalidade. É algo interessante, porém nostálgico demais para mim. E nostalgia é exatamente o que estou sentindo ao escrever estas palavras. Acho que eu simplesmente não quero reforçar o sentimento.


Uma imagem aleatória, como de praxe

Ao contrário das palavras finais do post anterior, vou deixar uma mensagem para mim mesmo e não para vocês: o próximo é o 95. Não desista!

Ouvindo nadica de nada

2 comentários:

Giulia de Andrade disse...

A imagem ta ótima, mas esse pinto parece uma batata.
Te amo <3

Letícia G. disse...

Diário de bordo - 1º dia: não sei que merda eu tenho na cabeça pra colocar como objetivo ler um post por dia de um blog abandonado e ainda comentar sobre.. Tirando o desabafo, força guerreiro, o 100° post está tão pertinho.. sei que há muita coisa interessante (arrããããã) a ser compartilhada ainda para o grande público da internet e aos seus milhares de fãs espalhados pelo mundo. Amanhã voltarei porque de fato eu desisti da minha vida mesmo..

Uma frase de efeito pra finalizar:
Pau que nasce torto, nunca se endireita.